domingo, 21 de dezembro de 2008

Reeducação alimentar também diminui o estomago!!


Palavra do espcialista:
Dr. José Rui Bianchi
Médico psiquiatra e
Autor do livro "Emagrecer também é Marketing"
DVS Editora.



Saciedade

Para a boa compreensão dos mecanismos de alimentação é necessário distinguir entre a fome e a saciedade. O hipotálamo é a área cerebral responsável pela saciedade e também pela fome. Quando o indivíduo sente fome física (esta acontece geralmente de 4 a 5 horas após a última refeição) ele precisa alimentar-se. Isso é saudável e necessário.

Ao alimentar-se, o estômago dilata-se do tamanho que está acostumado pelas repetições das refeições e envia uma mensagem ao hipotálamo avisando-o que já está saciado, que não precisa comer mais. Com isso a pessoa está satisfeita e pára de comer. Esse é o mecanismo.

Na pessoa com tendências a comer mais, seja pela razão que for, ansiedade, festa, "boca-livre", rodízio, muito líquido durante a alimentação, enfim qualquer estímulo que possibilite comer demais da conta, o estômago se dilata mais que o costume e demora para enviar a mensagem.

Se esse procedimento se repetir muitas vezes, o estômago vai se dilatando cada vez mais e sempre ficará aguardando a distensão para enviar a mensagem de saciedade. Durante o emagrecimento, o que se busca é o efeito de diminuir mecanicamente o estômago, fazendo apenas com que a pessoa ingira menos alimentos e não beba líquidos na mesma refeição.

A cirurgia que diminui o tamanho do estômago provoca esse efeito de forma drástica. Deixa o estômago com menor capacidade reservatória. A pessoa acostuma a comer pouco, ou seja, o que cabe no novo estômago. Se comer mais do que comporta, vomitará.

No emagrecimento em que se associa a reeducação alimentar com exercícios físicos o processo de diminuição da capacidade estomacal também acontece de forma lenta, branda e natural. Se me perguntarem se é mais demorada, digo que sim, mas não haverá mutilação alguma, muito menos algum risco. O que a pessoa necessita é força de vontade, paciência e persistência.

É comum em meu consultório os clientes que estão fazendo esse tipo de reeducação alimentar há alguns meses, falarem que quando abusam um pouco na quantidade dos alimentos de uma refeição, sentem-se mal, com a sensação de que comeram demais. É lógico, o seu estômago está menor. Ou melhor, no tamanho normal e não dilatado.

Quem duvidar disso é só comer menos que sentirá essa sensação.

Fonte: Ciber diet.





4 comentários:

Luciana Kotaka disse...

Muito boa a postagem,e muito realista. Gostei muito do seu blog, a Pri também fez o meu e eu adoro o trabalho dela.
Venha conhecer meu cantinho, acho que gostará de lá.
Um feliz natal cheio de muita paz e harmonia

Fênix disse...

Isso é verdade.
Tanto que digo que comi demais, mas na realidade esse demais, nunca mais foi como antes da RA. rsrs
Bjks e boa noite amiga.


* Valeu pela força.

Luciana Kotaka disse...

Que bom que gostou do meu blog também;fico bem feliz.
beijocas carinhosas

priemforma.com disse...

dindaaa amo tuas dicas, valeu a força hj foi perfect... com estrelinha de boa menina e tudo!!!TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO muito valeu por existir na minha vida!bjks

Meu lema !!

Meu lema !!
de agora em diante!!

Minha reguinha do peso!